Drive-Ins

Inauguração do primeiro Drive-In do Rio de Janeiro

A novidade provocou tremendo rebuliço, naquele ano de 1966. O Rio de Janeiro finalmente ganharia seu primeiro drive-in, um cinema ao ar livre onde, aos moldes americanos, seria possível assistir aos filmes no conforto — ou no desconforto — de seu carro.

Os carros entravam por algo semelhante a um estacionamento, dirigiam-se para posições definidas, onde encontravam um fone que, instalado nos carros, permitia que os espectadores ouvissem o som dos filmes cuja imagem era reproduzida num telão enorme. Esse primeiro drive-in foi instalado na Lagoa Rodrigo de Freitas, mas outros surgiram em demais áreas da cidade, como o da Ilha do Governador e o de Jacarepaguá, todos já extintos.

Foto: Mônica Imbuzeiro – Ilha Auto Cine – 2007

O da Lagoa desapareceu em 1993, deixando saudosos menos cinéfilos do que casais de namorados. Hoje, em seu lugar, há o Parque dos Patins, que ficou interditado durante 5 meses, pela Defesa Civil, em junho de 2018. As obras recuperação começaram em novembro.