Estas eram nossas praias

Quem passa hoje pela Avenida Franklin Roosevelt, com seus prédios e buzinas a margearem parte do Centro do Rio, não pode imaginar que ali, no passado, o que havia eram as águas calmas da Praia de Santa Luzia, exemplo de balneário que não existe mais. A história do Rio é crivada de praias que, como esta, sumiram do mapa não pela cadência natural de ventos, ondas e areia, mas sim pelo afã das autoridades em intervir no espaço urbano.